Menu Fixo

Menu-cat

14 agosto, 2013

Resenha Crítica: A Garota da capa vermelha

Pontuando... A garota da capa vermelha #dicadefilme

Apesar de ter a mesma diretora que a saga Crepúsculo, A garota da capa vermelha ( 2011) não tem o enredo teen e nem “meiguético”, mas é sombrio e encantador. O filme é costurado de forma certa, com um início desatador, intrigas familiares e o grande mistério : quem é o lobisomem?
Gostaria de ressaltar as locações do filme, que mostram cenas em lugares belos e contribuem para belas cenas e “coliriamente” para nossos olhos/ estética do filme.

O charme da história, é que ela não fica apenas no mistério de quem é o lobisomem. Os conflitos e relações familiares também carregam o filme, evitando cenas declamadas e sem nexo.

Os personagens são bem explorados e escritos. O padre Salomão, na história é um caçador de bruxas e lobisomens, sem sentimentalismo é rude e amável. Ao mesmo tempo em que faz a linha herói, nos faz odiá-lo como um vilão. A chapeuzinho/bobinha da vez é vista fortemente em cena e consegue não ser chata, mesma envolvida em tantos conflitos numa só trama. A carga de desconfiança que paira sobre todos os personagens é normal, sendo este um filme de suspense. Fazendo-me assistir e trocar de palpites a toda hora.

Misturar um clássico infantil ( SUPER CONHECIDO ) com cargas de suspense não é fácil. Mas acredito que o filme cumpriu sua missão.

Pontuando ... O filme vale a pena por dar uma nova “cara” ao clássico Chapeuzinho Vermelho, e até as últimas cenas prende-nos com o mistério de quem é o lobisomem.

Ronald.

Nenhum comentário:

Postar um comentário