Menu Fixo

Menu-cat

26 setembro, 2014

Outono - Tempo de Renovação!

Cientificamente, outono é uma estação caracterizada pelas noites mais longas que os dias, com mudanças bruscas de temperatura, diminuição da umidade do ar, a mudança na coloração das folhas das árvores. Devido a poucos nutrientes as folhas, além dos frutos bastante maduros, caem no chão.
        Contudo, para mim, outono é tempo de renovar! Saímos do verão, o clima fica naquele vai e vem, tá frio, tá quente. È época de recordar todos os risos, ou todas as lágrimas, do tempo de férias de festas, dos almoços em família e de tudo que aconteceu conosco nesse tempo.
È tempo de ponderar se está bom do jeito que está, ou terá de melhorar. È ser um pouco como as árvores, deixar as folhas caírem, colher os frutos e deixar que a vida brote novamente, que o novo resplandeça, bem devagarzinho, no seu estado natural, sem apressar nada, apenas cuidando para que esteja saudável.
Pelas ruas da nossa “capital secreta do mundo”, ou Cachoeiro de Itapemirim, o outono aparece deixando todos aliviados, afinal nos livrará do calorzinho característico do nosso lugar.
        O melhor de tudo é quando de repente a chuva resolve aparecer, são as melhores coisas se você deseja observar o comportamento das pessoas! A chuva vem causando surpresa e uma perseguição pelo guarda-chuva perdido na bolsa.
Podemos ver os estudantes correndo por ai, por ter esquecido o guarda-chuva em casa, algumas outras pessoas reclamando por ficarem molhadas, ou pelo ônibus estar cheio. Outono também é a prévia de poder usar todos os seus casacos que ficam escondidos no armário, usar a sua bota...
        Tem gente que não é muito chegada a esta estação, nem se lembra de que ela existe. Outono é a passagem do alegre para o melancólico, outono é nostalgia, exige mudança para os novos tempos que estão por vir, é a preguiça, a vontade de só ficar olhando para a chuva pela janela.
        Quando o Outono chegar de novo aproveite-o, deixe tudo em equilíbrio, assim quando chegar à primavera tudo estará em seu devido lugar. Se adapte a situações novas, mas principalmente, isso serve para qualquer ocasião, deixe a rabugice de lado e tire proveito do que a vida lhe oferece, afinal é tempo de se resignificar!

Canção de Outono

Perdoa-me, folha seca,
não posso cuidar de ti.
Vim para amar neste mundo,
e até do amor me perdi.
De que serviu tecer flores
pelas areias do chão
se havia gente dormindo
sobre o próprio coração?

E não pude levantá-la!
Choro pelo que não fiz.
E pela minha fraqueza
é que sou triste e infeliz.
Perdoa-me, folha seca!
Meus olhos sem força estão
velando e rogando aqueles
que não se levantarão...

Tu és folha de outono
voante pelo jardim.
Deixo-te a minha saudade
- a melhor parte de mim.
E vou por este caminho,
certa de que tudo é vão.
Que tudo é menos que o vento,
menos que as folhas do chão...
Cecília Meireles

Até mais , Nathália Dias.

2 comentários:

  1. Lindo Nathy,está uma escritora de mão cheia!temos que viver intensamente cada estação,todas elas têm a sua beleza,tem as suas necessidades...Bjinhos��������

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada !!!! Temos sempre que viver cada momento de nossas vidas intensamente e , nada melhor que uma estação tão linda quanto o outono para nos inspirar !!!!!

      Excluir