Menu Fixo

Menu-cat

14 setembro, 2014

Uma meia, duas luvas e meia xícara de chocolate

Conto de Inverno 
             
Uma meia, duas luvas e meia xícara de chocolate


 O inverno é a estação mais chique do ano em que todos retiram seus casacos, cachecóis, e suas luvas das gavetas para desfilaram por aí numa 25 de março ou até mesmo numa beira rio “alá” rio Itapemirim. É claro que no inverno o Itabira deve sentir frio aliás, ele, ali sozinho, numa imensidão infinita, que vislumbra toda “cachoeiro” do Alto União até o Aeroporto deve sentir só. Ainda mais que é só olhar para o lado que verá o frade e a freira bem juntinhos, um perto do outro, “confabulando juras de amor” e aquecendo-se de palavras românticas e apaixonantes. Minha tia, lá da roça, que diz “ Inverno é pra rico. Pobre usa meia furada, calça do irmão mais velho que foi passada e coloca várias brusas, uma por cima da otra e fica a coisa mais chique do mundo. Ah, sem falar que noís tem que esquentar a água no fogão à lenha e tomar banho de canecão”.



Já minha amiga metida a alcoólatra, também diz “ Ah, inverno!  Uma ótima oportunidade de tomar um bom vinho, acompanhada de alguém, num restaurante chique, de preferência com um homem ao seu lado, bonito, inteligente, sensual, galanteador, que saiba cozinhar ”...
 Melhor cortar esse papo : príncipes não existem. Inverno dita moda, inverno aguça o prazer e também a relação sexual. Inverno é o mês do chocolate quente.
- Que tal uma xícara de chocolate quente?
Inverno é atraente. Acho que se o inverno fosse um homem eu “pegava” ele. É, o seduzia, depois o penetrava com os meus olhos faiscantes e me deliciava-se com seu ... seu ... Seu o que ? Não sei. Só sei que eu, o pegava.



  Com o inverno vem a preguiça. Aaaaaah, que preguiça boa. Me deixa aqui a toa já dizia Charlie Brow em sua música. Cá, para nós, o inverno é a estação de “dois”. De dois olhares, dois amores, dois sentimentos, dois pés de meia e um só colchão. Que atire a primeira xícara de chocolate quente aquele que nunca se sentiu “deprimido” no inverno. Tudo bem que a palavrada DE-PRES-SÃO está na moda, mas aqui falo preferencialmente dos solteiros, ou vulgarmente os encalhados, é, aqueles que ficaram pra titia e nem a titia quis mais. Inverno dá aquela sensação de vazio, de querer o outro sabe? De querer alguém para se esquentar, para junto tomar um caldo, para falar bobeirinhas ao pés da lareiras. Ops! Estamos em Cachoeiro, lareiras somente em Vargem Alta. O inverno é assim, te desconcerta, te amedronta te congela. O inverno exala cheiro de  perfumes, frascos bem conservados e de pessoas bem vestidas. 

  Sinta. Cheira. Perceba. 
 Talvez o seu outro pé de meia esteja por aí, em baixo de algum moletom ou em uma padaria tomando uma xícara de chocolate quente. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário