Menu Fixo

Menu-cat

26 outubro, 2014

EVENTO: Roda Literária na EMEB Anísio Ramos


Nesta sexta, dia 24 de Outubro, a convite da querida bibliotecária Clege Rocha, da EMEB Anísio Ramos, abrimos a Semana Nacional do Livro e da Biblioteca na instituição e conversamos com os alunos dos 7º e 8º anos, a respeito de  best sellers, clássicos e algumas porcarias que são consumidas pelos leitores viciados em sagas e trilogias. A galerinha foi  participativa, comentaram sobre suas leituras, seus gostos, suas opiniões sobre os clássicos e porque gostam de ler.

 Destaque para aluna do 8º ano, Alessandra Pontini, que entrosou empolgadamente conosco além de saber pontuar muito bem seus argumentos sobre diversas obras literárias. A mesma ainda disse que começou a ler o clássico Dom Casmurro, de “Machado de Assis” que apesar da leitura “diferente” está gostando. Além disso, a estudante está lendo “A caçadora de unicórnios” (Diana Peterfreund) e “God of War”, tudo ao mesmo tempo. Também ressaltou com uma frase que nos marcou      “A leitura nunca me decepcionou”, pela frase percebemos que além de inteligente Alessandra é uma leitora assídua.

Se tratando de Literatura Brasileira ( SEMPRE VALORIZADA POR NÓS) a professora de Língua Portuguesa, Maria Christina Alves Brandão, do 8º ano, comentou sobre seu trabalho com a turma a cerca da obra “Capitães de Areia” de Jorge Amado, literatura tão rica e importante de nosso país que foi muito bem elogiada pelos alunos.

Agradecemos ao maravilhoso convite a Clege Rocha, se todas as escolas tivessem bibliotecários igual a ela, os professores teriam muito mais leitores do que temos hoje, pois a mesma é  incentivadora, conselheira e principalmente ela lê as obras que a biblioteca possui . A escola possui uma variedade de livros e um rico material tanto literário tanto de pesquisa.

 Fechamos a “Roda Literária” com sorteio e a distribuição de marcadores de página do BLOG/PÁGINA. Parabéns pelo evento e saiba que “EQUIPE ELEA” sempre estará aqui para sermos usados. É sempre muito prazeroso falar de leitura e conversar com pessoas que degustam dessa “droga” viciante. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário