Menu Fixo

Menu-cat

13 dezembro, 2014

Entrevista com: Ailson César Lovato


Ailson César Lovato mora em Castelo- ES, estudante de Letras/ Língua Portuguesa. Desde a infância sempre gostou de ler e escrever trocando os brinquedos comuns por cadernos e livros. Publica agora seu primeiro livro, " Agridoce". 


 01 - Conte-me como surgiu a ideia do livro?

Inicialmente eu não pensei em escrever um livro. Os textos foram todos escritos separadamente, avulsos. Depois pensei: por que não juntá-los e formar uma coletânea? Aí surgiu “Agridoce”. Os textos apresentam temáticas diferentes, cada um com sua história, com seus personagens e essa mistura que causa a sensação agridoce ao leitor. Em algumas histórias há temas leves, suaves, doces. Já em outras há um lado mais escuro, com assuntos polêmicos, amargos. Essa perfeita combinação deu forma ao livro e ao nome.

02 - Como foi o processo de escolha da editora ? Como ocorreu?

Eu fiz uma pesquisa virtual sobre algumas editoras. Aqui no ES poucas são as editoras (pelo menos ao meu conhecimento). E a maioria desses trabalhos são realizados por algumas gráficas também. Através da internet acabei encontrando várias editoras, pedi orçamentos e o que mais me agradou no custo x benefício foi a Editora Ixtlan. Eles me enviaram um orçamento, aceitei e logo depois demos início ao processo de publicação, com o envio do arquivo original com os textos do livro. Inicialmente dá um medinho, por ser tudo realizado virtualmente e envolver uma grande quantia de dinheiro, dá um certo receio de levar calote. Mas quanto a isso, nada aconteceu. Fui muito bem atendido e só tenho a agradecer a ele. Já o deixei informado que o segundo virá em breve. E que a Ixtlan também fará parte desse processo.

03  - Você sempre sonhou em escrever um livro?

Na verdade, não. O sonho só foi ganhando forma e se realizando de uns meses pra cá. Eu tinha muita vontade de escrever bastante e depois publicar. Mas não chegava a ser um sonho que eu fazia de tudo para realizá-lo.

 05 - Sua família te apoiou nesse trabalho?

Até certo ponto ninguém sabia. Só a partir do dia em que apresentei os orçamentos e fizemos a escolha da editora que eles tiveram conhecimento. De lá pra cá tive todo o apoio necessário, financeiramente na publicação do livro e agora, na parte de divulgação.

06 - Você escreveu seu livro no “Word” mesmo e depois o editor fez a formatação padrão ou você já escreveu no programa certo?

Peguei todos os textos avulsos, coloquei em único arquivo do Word e ficou assim até enviar pra editora. Eles quem escolheram as fontes, a formatação e todos os detalhes editorais e catalográficos.

07 - Tem outro sonho que você gostaria de realizar?

Eu tenho muita vontade conhecer outros países, viajar ao exterior. Nova Iorque, Paris, as pirâmides no Egito, Itália e Índia são alguns dos destinos que desejo conhecer. Talvez esse seja um sonho: viajar a outros lugares. E publicar muitos e muitos outros livros, ficando famoso e rico (pra conhecer os destinos acima). (risos). Tenho vontade de enviar meus livros também ao exterior em outras línguas, atingindo o maior número possível de leitores.

08 - Já pensa em escrever um próximo livro? Sobre o que?

Tenho em mente 3 ideias para os próximos livros. São ideias bem diferentes umas das outras e que eu ainda não decidi por onde começar. A princípio, “Uma noite na selva” já estaria em mente como o segundo livro. Mas ainda estou indeciso e vou me organizar pra escalar as 3 ideias em uma ordem de escrita. Quanto ao conteúdo das ideias, sobre o quê os futuros livros falam, prefiro não revelar ainda. É um detalhe pessoal meu, não gosto muito de falar sobre minhas ideias futuras.

09 - Você pensa em divulgar seus livros nas escolas?         

Essa é uma questão complicada. Agridoce, por exemplo, têm histórias com temas um pouco “inapropriados” pra algumas idades, como se houvesse uma restrição. Essa história você pode ler, essa você não pode. Vai depender muito da idade do leitor. Eu recomendaria acima dos 15/16 anos. Se fosse divulgar, iniciaria com o ensino médio.

10 - Como faz para ter acesso ao seu livro? (Lojas e endereços virtuais)




Para adquirir um exemplar de “Agridoce” é só entrar em contato comigo pelo meu Facebook pessoal (Ailson Lovato) ou pela minha página. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário