Menu Fixo

Menu-cat

29 junho, 2015

Parabéns, Cachoeiro - PARTE II

Outra crônica deliciosíssima que dialoga com nossa cidade, é da nossa “parcera”, Célia Ferreira, que admiramos bastante. No seu livro “Dois pontos sobre quase nada ou A mulher sem memória” ( que eu amo a capa, rs) Célia trás “Estrangeiros” que merece ser lida no dia de hoje. A prosa é gostosa é contada pela mineira mais cachoeirense que conheço rs
Abaixo alguns fragmentos da crônica. Boa leituraaaa !!!

ESTRANGEIROS

Cachoeiro sempre teve vocação para metrópole e agora, parece, está mesmo prestes a se tornar uma. (...) Temos obras grandes, empresas recém-chegadas, grupos educacionais que não param de investir, atraindo professores. (...) E aí a gente se pergunta: por que será que essas pessoas querem ficar? O que elas encontram em Cachoeiro que não encontram por aí, nem mesmo nas capitais brasileiras?

(...) acho que a explicação é outra: essa cidade foi feita para convivência. (...) É bom viver aqui, principalmente quando gostamos de viver. (...) Tudo bem não estudei no Liceu nem no Cristo Rei, mas cursei a FDCI.

(...) torço pelo Estrela, adoro politica, não dispenso um churrasco no final de semana. E veraneio em Marataízes. (...) Portanto, está decidido: não sou mais estrangeira. Sou mineira, de Cachoeiro de Itapemirim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário