Menu Fixo

Menu-cat

31 março, 2016

“Livres Livros” em Cachoeiro



Na tarde de hoje, foi realizado o evento de inauguração do projeto “Livres Livros” em Cachoeiro. O projeto, idealizado pela agente cultural e empresária, Raíssa Martins, tem como meta dar acesso à leitura de forma gratuita, dialogando com a comunidade e com a participação da sociedade com troca e doação de livros.

( Raíssa Martins comentando sobre o projeto)

( Maria Elvira Tavares, coordenando a tarde cultural)


( EM BREVE ENTREVISTA COM RAÍSSA MARTINS)

 “Livres Livros”, ainda tem a escritora e contadora de histórias, Maria Elvira Tavares, como responsável pelo projeto em Cachoeiro, já que Raíssa é da Bahia, e trouxe o projeto para Cachoeiro de Itapemirim, em parceria com a  Odebrecht Ambiental.


O evento ocorreu na Praça Elísio Cortez Imperial, localizada no bairro Aquidaban, foi a primeira praça de Cachoeiro a receber o projeto. Vale lembrar, que mais outras três praças/ locais receberão as minibibliotecas livres, inclusive, uma delas a Praça Jerônimo Monteiro – centro de nossa cidade.

( Os músicos da tarde)

( As crianças da escola "Inah Werneck")

A cerimônia foi regada com muita poesia, música, alegria, e principalmente, crianças e moradores da comunidade. As pessoas levaram suas toalhas e escutaram as contações de histórias embaixo do pé de poesia. A euforia das crianças e dos moradores foi de grande admiração, logo após, o baú de livros se encher de doações, muitos leitores apareceram para “futucar” os livros. 

( Rudson Costa fazendo arte)

( EQUIPE "ELEA" fazendo sua parte)

( As crianças fazenda a festa no baú de livros doados) 


( Milena Paixão com Ronald e Nathália no evento)

27 março, 2016

Entrevista com: Sergio Luiz Blank

     Sergio Blank nasceu em Vitória, capital do Estado do Espírito Santo, em 1964. Considera-se autodidata. Atualmente exerce a função de assessor especial da Biblioteca Pública do Espírito Santo (SECULT), onde promove eventos culturais, como lançamento de livros, sessões de contadores de histórias, também oficinas literárias, seminários e palestras.


    VIA:  LIVROS POR LÍVIA ( descrição) 

1 – Qual a sua relação com a poesia/ literatura?
A poesia faz paz parte de meu cotidiano desde a adolescência. Tanto nas leituras quanto na escrita. Procurei adaptar minha sobrevivência junto à literatura. No inicio trabalhei em livrarias. Seguindo com publicações de livros ( meus e de outros autores), bibliotecas, oficinas e afins. Sempre na promoção e estímulo à leitura. A poesia é o meu refúgio. A literatura a minha sobrevivência.

2 – Quantos livros publicados?
Até o momento são cinco livros de poesia e um para crianças. Além de participações esporádicas em jornais, revistas e suplementos.

3 – Você, em seu perfil, frequentemente, faz postagens de “gifs poéticos”, na qual muitas pessoas curtem e compartilham. Como se dá o “feed back” das pessoas/ seus amigos e seguidores?
Sou avesso a mundo das redes sociais online. O facebook serve temporariamente para contatos profissionais e divulgação do universo da arte. Sem pretensões maiores. Se atingir um público apreciador de poesia dou me por satisfeito. É uma forma nova de se comunicar para mim. Procuro imprimir a diferença no que faço.

4 – Quais são seus autores capixabas prediletos ?
Uma nova e boa geração de poetas apareceu recentemente. Evito fazer listas ou citar nomes. Mas é inevitável citar o belo trabalho de Caê Guimarães (Vácuo)

5 – Apesar de ser de Vitória, tem algum autor aqui em Cachoeiro de Itapemirim, que você tenha gostado da escrita?!
A cidade de Cachoeiro e o Espírito Santo precisam conhecer melhor a obra da grande poeta Marly de Oliveira.

6 - Quais são seus “preferidos” atualmente quando se trata de Literatura Capixaba. Tem algum ( autor/ obra) destaque recente que lhe cativou?
Listas sempre são cruéis e injustas.

7 – Apesar de lançar um livro recentemente, você já possui projetos para o próximo?  Pode adiantar alguma coisa?
Foi editado o livro "Os dias ímpares" contendo minha obra poética completa (incluindo fortuna crítica). Livro utilizado no último vestibular da UFES. Saiu a quinta edição do livro para crianças "Safira" recentemente. Trabalho na divulgação dessas obras . Novos projetos? Algo relacionado com parcerias musicais está em estudo. voltar a escrever? Vou perguntar aos dedos de minha mãos sobre o que eles acham disso? (rs) 




  

13 março, 2016

PONTUANDO - Carol , de The Walking Dead


Olá eleanáticos, voltamos com o “Pontuando”, nosso quadro/ coluna para expressar, comentar ou pontuar qualquer tipo de opinião sobre personagens, livros, séries, temas que o “Afins” do “Entrelinhas” dê conta. Hoje vamos de personagem, especificadamente, Carol Peletier, da série apocalíptica zumbi, “The Walking Dead”.

Tudo bem que o Gleen (coreano) é o meu personagem preferido, mas entre o esquadrão feminino quem “merece corações” é a lacradora, Carol Peletier. Carol é uma das personagens mais interessantes da série, e a que possui uma trajetória de montanha russa. Indo de mulher submissa ao marido até vice-líder do grupo de mocinhos e professora de defesa para as crianças. Carol é lacradora em todos os sentidos!  


Na primeira temporada Carol foi apresentada ao público como uma mulher submissa ao marido Ed, que era um “nojo”. A personagem tinha um cabelo curto estilo “maria-joão”, por conta de seu marido que não queria que a mulher parecesse atraente. Não parecia ser uma personagem que iria durar muito tempo, seria vítima de um zumbi facilmente. Seu marido foi morreu, e as coisas mudaram ...


             Já na segunda temporada, a personagem ganha mais destaque e passa de submissa à mãe sofrida.  Em um dos episódios, os sobreviventes são surpreendidos por uma horda de mordedores na pista. Rick pede para que todos se escondam embaixo dos carros. Com medo, Sophia (a fofa) acaba se desesperando e correndo para a mata. O mistério do desaparecimento desenrola até o final da temporada, na qual descobrem Sophia dentro do celeiro de zumbis.  



Uma das cenas mais (choquei) da série foi quando Carol leva Lizzie distante da casa e a mata. Cena detalhadamente perfeita, afinal raros são os casos de psicopatia infantil na séries de Tv´s. A menina não tinha um psicológico muito bom, e isso ficou provado quando ela matou Mika, sua irmã, porque queria que ela voltasse como zumbi. A cena, ao mesmo tempo, que foi triste, também foi um “ufa” para os telespectadores, os comentários se dividiam entre julgar Carol e outros em apoiá-la.




Mas, o episódio que fez Carol se tornar a “lacradora” e dona do “trá- trá-trá” foi o S05X E01, na qual Carol disfarçada de zumbi, se aproxima do “Terminus” e vê Rick sendo levado para o abate. Habilidosa e estrategista, Carol usa um tanque de gás próximo e causa uma grande explosão fazendo voar zumbis para os lados e ( szinha) salvando o grupo. Daí em diante .. Carol se firmou como uma mulher forte, fria e incansavelmente, inteligente.



Aora que Michonne e Rick se entregaram a paixões ( e a cama), os fãs estão mais eufóricos com a possível relação de Daryl e Carol. Vale lembrar,  que a ligação estreita de Daryl e Carol começou a se desenvolver quando Daryl arriscou sua vida por sair na mata para procurar Sophia ( 2ª temporada) . Depois de Daryl ficar ferido acidentalmente por levar um tiro por Andrea, Carol traz-lhe comida e até mesmo lhe dá um beijo na testa, como um ato de gratidão – daí em diante as fãs começaram a shippar o casal. Não vejo essa relação carnal nos dois, acho que é uma relação recíproca de amizade sincera e de carinho. Aliás, vou confessar prefiro Carol com Rick.





Por fim Carol é uma mulher para ser admirada! Amiga, leal, estrategista, inteligente, boa de cozinha, a personagem só tem qualidades, e por isso torna-se uma das personagens mais queridas da série. Que ela fique viva até o final do apocalipse zumbi, porque queremos muito mais cenas de Carol divando, e que a personagem encontre um marido logo, logo, pois ela merece ter uma família novamente.



Abraceijos! 

11 março, 2016

Apresentação do monólogo “ A culpa”


Na noite desta sexta (11/03) o ator Luiz Carlos Cardoso, apresentou pela trigésima terceira vez, o monólogo “A Culpa”, com direção de Carlos Ola, a apresentação é baseada no texto “Carta ao Pai”, de Franz Kafka. Vale lembrar, que “A culpa” é uma peça montada com recursos da Lei Rubem Braga de Cachoeiro de 2013.

A apresentação intimista durou pouco mais, de 30 minutos, e provocou reações vívidas dos espectadores, também pudera, Luiz Carlos encarnou, literalmente, a personagem, e seus desencontros com seu pai. No cenário composto por uma cadeira branca, folhas de papéis velhas, cores quentes, e dois “panos” brancos saíram vômitos de culpa e litros de boa interpretação. O jogo corporal do ator espelhou a carga desestabilizada da personagem, assim como suas jogadas ao chão, gritos, urros, suor  – acentuaram a sua performance.



Uma das cenas mais fortes (épica) do monólogo, a personagem reclama que seu pai o ameaçava com o cinto, e com o mesmo acessório tenta um suicídio. CENÃO! Apesar de (ainda) não ter lido a obra de Kafka, a frase "Eu prefiro mil vezes levar uma surra do que ficar com esse sentimento de culpa” – grudou na mente.
Forte. Profunda. Esplendida! Assim como o texto!  



Sobre a maior dificuldade desse personagem, Luiz Carlos comenta “ Talvez seria reviver emoções muitos minhas, do ator e deixar isso a disposição do personagem. É um trabalho muito íntimo. Um texto muito difícil. Fazer esse espetáculo requer coragem”. Ainda questionado sobre a próxima apresentação o ator diz “"em breve, aguardem!"



Aguardaremos afinal Cachoeiro e região precisa de eventos culturais e artísticos desse porte/ nível para provocar a catarse de nós, amantes da artes e culpados pela literatura!

Abraceijos!



10 março, 2016

Belezas de Pernambuco: Domingo foi dia de parque



  Em visita ao nordeste do pais,  eu,  Loyane Marchesini, integrante do ELEA estive no Parque Ruber Van Der Linder, localizado na cidade de Garanhuns-PE. 




O parque fica no centro da cidade e permite o contato direto do visitante com a natureza. É um ótimo lugar para passear com a família e com os amigos, fazer piquenique e observar a natureza. Também é um ótimo destino para amantes de flores, pois possui diversas espécies  raras, em especial as bromélias.


 O referido parque foi instalado na antiga área de energia elétrica da cidade, e leva o nome em homenagem ao seu fundador. Possui uma estrutura incrível, como: colunas imitando uma construção romana (como visto na foto acima) , lago artificial e estátuas.
Para quem adora passar um dia fora, o parque ainda possui lanchonetes e sorveteria.
O lugar é incrível!
Eu recomendo uma visita!

Veja mais algumas imagens!




05 março, 2016

BBB também lê !!

Calma gente vocês não estão no BLOG errado. Nem o  ELEA trocou de formatação temática. Já que somos das “Entrelinhas”, e o “Afins” nos dá LIBERDADE de matéria para TUDOOOOOOO (ou quase tudo) aí vai esta matéria sobre BBB.



Apesar de muitos não gostarem de BBB, eu amo o programa e admiro a logística do reality. Sempre quis poder fazer um post sobre a casa mais vigiada do Brasil. Mas como linkar Literatura com o programa mais odiado  pela classe de nariz de pé ?! (que julgam o programa para sentirem-se superiores) #PREGUIÇA
Fácil! Como todo mundo sabe no BBB é um programa de confinamento e os participantes não podem ter acesso ao mundo exterior de nenhuma forma, ou seja, anda de celular, internet, zapzap... entretanto todo candidato tem direito de levar (acho) dois livros para o programa. Num confinamento de estresse, brigas, intrigas... os “brothers” escolhem a leitura como forma de escape do jogo e assim ficam “de boa”.
Todo mundo sabe que a leitura tem esse poder de transformação e a prova viva é no BBB, na qual os participantes recorrem à leitura como conforto. Nesta edição em questão os candidatos ao prêmio gostam mesmo de ler e vire e meche aparecem nas edições do programa com um livro na mão. Tem para todos os gostos, desde os clássicos “Dostoiévski” e “Pequeno Príncipe” até os best´s Sellers como “Um Dia” e “Água para elefantes

Vamos conferir quem ta lendo o quê! 

A (fofa e linda) youtuber Maria Cláudia, ou para os íntimos, Cacau (minha favorita) levou para casa o livro “Não faz sentido, por trás da câmera”, livro do famoso youtuber Felipe Neto. 


O livro, lançado em 2010, descreve os bastidores das gravações do canal. Ótimo para a participante que assim como Felipe, também publica seus vídeos no “Senta lá, Claudia!”, que passou dos 536 mil escritos. 


Outro que bastante é o Ronan – também pudera o cara é estudante de Filosofia e adora soltar umas frases clássicas de filmes e series quanto conversa com os outros brothers. Logo no começo do programa, Ronan apareceu bastante com o CLASSIÇÃO “Pequeno Príncipe”. Num dos programas ele declamou partes do livro para Cacau. Dona Geralda também leu o clássico de Antoine Saint-Éxupery. Eventualmente, Ronan compara sua amizade com Ana Louca (OLHA ELAAA) com a relação da rosa e do pequeno príncipe (que é fofa).




Daniel, nosso galã eliminado, havia levado Daniel está lendo "Osho - Todos os dias - 365 motivações diárias" que também fez febre na casa. Dona Geralda (abaixo) e Juliana (abaixo) também já folhearam a obra. A leitura e as motivações do livro renderam tanto que a edição selecionou trechos que os participantes leram para usar no VT da edição. Vale lembrar que Daniel adoravaaaaaaa (porque já eliminado) meditar no Big Brother Brasil.





Outro que fez sucesso é o best seller “Água para Elefantes”- que Ana Paula levou para casa. Confesso que até hoje não li nem assisti, porém os comentários acerca da história são sempre positivos. O livro da Sara Gruen, lançado em 2006, teve os atores Robert Pattinson e Reese Whisteerspoon como protagonistas da adaptação para o cinema em 2011.






Já o bonitão Renan levou para casa o livro “A hora é agora”, do autor Joel Osteen. É um tipo de livro de auto-ajuda, assim como o livro “Osho”. Também livro de auto-ajuda é a melhor opção. Imagina levar um “Stephen King”, rs. Apesar do livro ser do modelo, quem vive lendo a obra é advogada Adélia, que pareceu gostar mesmo do livro. 




  Já o professor de Ecologia, Tamiel, levou um CLASSIÇÃO (para calar a boca do povo): o livro “Miscelânia Septuagenária”, que reúne poemas e contos inéditos de Charles Bukowski, conhecido como o "velho safado"



            BBB também lê! 

Vamos deixar o preconceito de lado e vamos compartilhar LITERATURA. Ah .... da lista de livros ,o único que tive oportunidade de ler foi o "Pequeno Príncipe" (que achei FLOP). Mas fiquei com vontade de ler os outros!

E continuem dando várias espiadinhas no nosso blog!

Abraceijos!









04 março, 2016

Parabéns Nat ( sua linda)



QUE TAL LHE DÁ OS PARABÉNS DE UM MODO DIFERENTE ?!


Hum ... Vou misturar tudo do nosso universo, do meu universo, do universo do blog, do seu universo ... e criar um post universal de universos, sacou?!

Entendeu nada né? CONFIRA!



            É miga ... eu sei que as coisas não estão fácies. Mas, CALMA NA ALMA! Assim com a Bela ( sua queridinha), você também dará um drible nas dificuldades e sairá no tiro, porrada e bomba nos problemas kkkkk


            Enquanto isso lhe desejo a mira da Suzana, Rainha de Nárnia, uma mira certeira e com objetivos. Tenho certeza que seus sonhos serão realizados e  estudos no Mestrado só lhe trarão caminhos e portas novas. Faça como a rainha de Nárnia – tenha objetivo e se joga! Lance seu arco de fé e vá a luta! Afinal ... 21 flechas já foram lançadas ....


            Desejo que um dia você tenha uma amor tipo Edward e Bella (do Crepúsculo). Que esse amor não seja proibido, porém lhe faça a pessoa mais feliz do mundo. E que seu boy lhe olhe do mesmo jeito tentador ( medo) e fofo que nosso vampirinho brilhoso olhava pra Bela Adormecida.


            Desejo risos bobos, lágrimas de felicidades, abraços apertados e roladas na grama.


Desejo que nossa amizade seja infinita, eterna e perfeita igual a do Clark (SUPER BOY) e da Chloe, em Smallville. ( o motivo da origem de nossa amizade)


Que nossos abraços fortifiquem nossa amizade ....


            Desejo que você conserve sua beleza encantadora, assim como as Meninas Sereias de “H20 – Meninas Sereias”. Não a beleza exterior, mas a beleza interior, pois você tem um coração gigantesco, recheado de generosidade, carinho, respeito, sinceridade e muita literatura.



            Desejo que no seu guarda-roupa particular não encontre somente sátiros, mas também felicidades, realizações, sucesso, amores, paz, saúde e muito sucesso.


            Obrigado por ser a melhor parcera do mundo!


            Que os nossos universos estejam sempre na mesma órbita! Amo sua amizade!


            Abraceijos!