Menu Fixo

Menu-cat

08 maio, 2016

Especial: “Mães do ELEA" - Parte 3




Neste, segundo dia, do especial “Mães do ELEA” resolvi listar algumas mães dos filmes de animações infantis, que todo mundo conhece e admira. Primeiramente, parabéns a todas as mamães, tanto as da ficção, tanto as da vida real. Vamos conferir nossa lista.

Helena Pêra, de “Os incríveis” (2004)

Forte, inteligente e protetora, Helena Pêra faz de tudo para proteger seus filhos do perigo. Além de ser mãe, a mulher-elástica concilia os serviços domésticos com as tarefas de tentar salvar o mundo de vilões. Não é para qualquer uma, rs.




Apesar de muito bondosa, quando se trata de defender seus filhos a heroína não brinca em serviço. Mãe de Violeta, Dash e do pequeno e estranho Zezé, a Senhora Incrível também é muito estilosa, vale lembrar que frequentou os aposentos da estilista E.

Rainha Elinor, de “Valente” (2012)

Elegante, rígida e destemida, Elinor é uma mãe exemplar, além de dá conta das rebeldias de Merida, passa um sufoco com os pequenos trigêmeos, Harris, Hubert e Hamish. A rainha é uma verdadeira lady e tenta de todas as formas ensinar sua filha, a se comportar como uma dama da realeza.




Apesar de parecer muito severa com sua filha, a rainha se preocupa muita com a família e com seu reino. A personagem é fonte de inspiração, pois sempre pensa no bem estar de sua família e afins. Apesar de ser transformada em urso por causa da raiva de Merida, a relação de amor entre ambas não enfraquece.  

Mavis, de “Hotel Transilvânia 2” (2015)

Jovem, descolada e protetora, Mavis é uma mãe vampira, que só quer proteger seu filho, Dennis.  Na sequência do longa, a filha do temeroso Drácula, mostra-se uma mãe muito zelosa, e teme o fato do filho se relacionar com os outros monstros. Apesar de ser criada pelo pai Drácula, a vampira se mostra uma excelente mãe de primeira viagem.





Lucy Tucci, de “Cada um na sua casa” (2015)

Amorosa, determinada e esperançosa, Lucy é mãe da fofa Tip, que passa o filme todo tentando encontrar sua filha. Apesar dela aparecer poucas vezes no filme, a cena do reencontro entre mãe x filha é apaixonante, quase épica, de chorar litros, rs.




Nani Pelekai, de “Lilo e Stitch”

Jovem, trabalhadora e determinada é Nani, irmã da pequena, Lilo. Tudo bem, que a Nani, não é a mãe da Lilo, mas é como se fosse, né? Apesar das duas serem órfãos de pais, Nina sempre criou Lilo com muito amor e carinho, além disso, faz de tudo para criar sua irmã com conforto. “Lilo e Stitch” é uma das minhas animações favoritas, além ter uma história fofa, mostra a importância do amor e da família, seja da maneira que for.. Apesar das discussões frequentes das duas, no final tudo acaba em abraços.




Essa foi nossa listinha de mamães fofas e especiais. 
Eaí, qual de vocês é a predileta?!
Feliz dia das mães, eleanáticos!


Abraceijos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário