Menu Fixo

Menu-cat

27 junho, 2016

Resenhas do Abou: Como eu era antes de você (filme)



Olá, leitores do Entrelinhas e Afins! Que tal ler mais uma resenha? Hoje é dia de filme né?! E o filme a ser resenhado hoje estreou dia 16 de junho nos cinemas e está sendo um sucesso de bilheterias e repercussão. Estou falando de ‘‘Como eu era antes de você’, baseado no livro de mesmo nome, da escritora Jojo Moyes. Eu não li o livro, e em nenhum momento isso me prejudicou no entendimento da trama.


‘‘Como eu era antes de você’’ inicia-se mostrando um casal bonito e jovem: Will (Sam Claflin) e sua namorada. Num dia chuvoso, o rico rapaz é atropelado por uma moto. Passam-se cinco anos e o filme começa a falar da história de Louisa Clark (Emilia Clarke), uma jovem de família humilde, que trabalha para ajudar seus pais financeiramente, visto que seu pai está demitido. Louisa, até então vendedora em uma loja de doces, é demitida por causa do fechamento da loja, e se vê obrigada a procurar um emprego.
Após algumas procuras, ela é aceita para cuidar de Will, que se tornou tetraplégico após o acidente e vive em uma cadeira de rodas, na casa dos pais, sem sua antiga namorada, que agora está prestes a se casar com o melhor amigo de Will. Até então fechado para Louisa, Will vai se abrindo para a moça, que tenta diversas maneiras para alegrá-lo e fazer bem seu serviço. Antes em casa toda hora, Will passa a sair bastante com Lou. Dessa relação começa brotar uma amizade e também um amor.


Mas, nem tudo são flores. Will começa a apresentar febres um pouco frequentes, e Lou descobre que antes mesmo da sua chegada, ele havia decidido a eutanásia. Para quem não sabe, eutanásia é a decisão do paciente terminal que escolhe morrer, sem dor nem sofrimento, pois prefere não viver com a doença, suas dificuldades e o pouco tempo que resta de vida. Desta forma, Lou continua tentando convencer Will a trocar de ideia e essa é uma questão fundamental no livro, principalmente em seu desfecho, que vou me segurar para não soltar aqui.
Mesmo já tendo lido um livro também de romance recentemente (Minha última duquesa), o filme de hoje, ‘‘Como eu era antes de você’’ é bem diferente desse último e também de outros filmes do gênero que já assisti, como ‘‘A culpa é das estrelas’’. Você deve estar se perguntando por que eu disse que eles são diferentes, já que muita gente acha as histórias muito parecidas. Diferencio-os pela abordagem dos problemas de saúde e da intensidade das tramas. Apesar de não ter lido o livro, sei que muitas coisas do livro são tocadas superficialmente no filme e outras são melhor exploradas, como o egoísmo de Patrick (Matthew Lewis), o namorado da protagonista Louisa.
O roteiro do longa foi escrito por Jojo Moyes, autora do livro, algo que assegura a verossimilhança entre as duas obras.É fato que o drama de tetraplégicos não é uma novidade no cinema. Filmes como ‘‘A teoria de tudo’’ já abordaram o mesmo tema, porém como volto a falar, a abordagem foi bem diferente das outras já vistas. 


Gostei bastante do perfil da protagonista do filme. Não se trata de uma garota magérrima, loira, de olhos claros, e de outras características dos padrões de beleza atuais. Pelo contrário, Louisa é uma moça extremamente comum, até cafona, por usar suas roupas fora de moda, como a meia de abelhas, que é dada por Will no seu aniversário. Logo no início da relação entre os dois, foi muito interessante ver a resistência e o cinismo dele contra a alegria e a boa vontade dela.
Sobre os figurinos, não tenho muito que falar, pois eles falam por si. Todos são muito bem apresentados, até mesmo as roupas bem cafonas de Louisa, que contribuem para alguns momentos de risadas nessa história tão dramática e emocionante. Todo o charme de Will é mostrado em suas roupas elegantes. Destaco aqui as roupas de Will e Lou no dia em que foram a um concerto (não tenho certeza) e ela estava com um vestido vermelho e ele de terno. Essa é até a foto da capa do filme. Em relação aos cenários, destaco a mistura entre os ambientes novos e os mais antigos que são mostrados. Os castelos e as ruínas dão um toque dos romances medievais que combina bastante com o longa. 


Já a trilha sonora é algo a parte. Achei a escolha das músicas muito boa. O som romântico de Ed Sheeran em músicas como ‘‘Photograph’’ combinou bastante com o clima da trama. A direção de Thea Sharrock é extremamente competente. O elenco é muito bem dirigido, não tendo furos na trama nem momentos de incoerência, o que se deve também ao ótimo roteiro que conta com Scott Neustadter e Michael H. Weber, responsáveis também pela adaptação de ‘‘A culpa é das estrelas’’. A fotografia também tem seu mérito, por focar bem nos rostos dos protagonistas quando estão juntos.
Em relação ao elenco, destaco o trabalho de Sam Claflin (Will) e Emilia Clarke (Louisa), além de Janet McTeer, como Camilla Traynor, a mãe de Will, uma mulher extremamente preocupada com seu filho. Emilia, o grande destaque, conseguiu compor uma Lou carismática e atrapalhada que encanta qualquer um.


Muito mais que eu filme para emocionar, ‘‘Como eu era antes de você’’ levanta algumas questões como a polêmica eutanásia, que divide os fãs e o preconceito a filmes legendados, abordado em duas cenas: uma entre Will e Lou, e em outra entre Lou e Patrick. Se você não leu o livro, assista ao filme; e se leu, também assista. Só já vou avisando que o final pode não agradar a todos. Para terminar hoje, tenho uma frase desse grande sucesso: “Você só vive uma vez. É sua obrigação aproveitar a vida da melhor forma possível.”

2 comentários:

  1. Morrendoooooooooo de vontade de ir assistir!
    acho que vou chorar horrores! mas ainda não deu tempo!
    ameii o livro, o filme deve ser mara também!

    Abraços!
    Seguindo aqui!
    http://meulivrodocelivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir