Menu Fixo

Menu-cat

27 janeiro, 2017

Falta muito para trinta anos?

         É, eu to contando quantos anos ainda faltam para os 30 anos. Afinal, 30 anos é a idade que a gente (meio que) estipula para que todos aqueles nossos sonhos de antes dos 20 - se realizem. É se possível pode até ser antes do trinta anos de idade, mas é uma lista gigantesca, que os 30 seria a idade ideal. Depois que a gente passa do vinte parece que entramos num modo automático de amadurecimento obrigatório do modo: ou cresce, ou cresce. Sem opção de renúncia, sabe?


               Depois dos vinte e poucos a gente já se cobra mais, lógico, nós queremos independência financeira, sem aquela de quando as coisas apertar ir pedir dinheiro emprestado para os pais. Quem nunca?! Queremos ter o nosso cantinho; sabe precisamos de nossa liberdade de fazer o que desejamos; aquela vontade de arrumar a cozinha na hora que der vontade ( deve ser uma sensação tão boa), ou aquela sensação de andar nu pela casa, somente com uma preocupação: a do vizinho do lado sem querer nos ver. De fazer aquela social, regado com muita cerveja e finalizada com a batida dos policias na sua porta por causa do barulho.


               Junto com a liberdade, vem as responsabilidades. Sim, na vida tudo vira boleto. É, só que depois do 20 parece que os boletos não param. É conta de água, luz, telefone, internert, do celular, Netflix, até da farmácia. É, até de farmácia. Ainda bem que amor não tem boleto, porque se tivesse acho que todos estaríamos com o nome sujo.


               Tem a pressão também de fazer uma faculdade, alguns casos de conseguir sair da faculdade, porque é aquele ditado “entrar na faculdade é fácil, difícil é sair dela”. Daí você fica meses, anos, décadas na faculdade enquanto isso seus irmãos já formaram família, já lhe deram sobrinhos, e você tá lá ... na graduação. Tudo bem que não é uma regra “você tem que fazer faculdade” ou “ você precisa se formar antes do trinta”. Quem criou essa regra?


               Além disso, o desejo de construir uma família aumenta, parece que aumenta em doses exageradas. Sério, a gente vê a prima casar, a melhor amiga casar, depois a filha de sua madrinha engravidar, e sua prima, que era sua melhor amiga, também resolver engravidar, só que de gêmeos. Daí é certeiro: começa com os convites para ser madrinha/padrinho, depois vem os convites para batizar os filhos seus melhores amigos, depois vem as festinhas de 1 aninho, de 5 aninhos, e você continua ali... contando, e recontando, quantos anos faltam para os trinta.                 



               Todavia, quem criou essa regra? Quem estipulou esse padrão de idade? Quem disse que você não pode engravidar aos 20, criar seus filhos, depois de um tempo entrar na faculdade, se formar com 30? Quem disse que não podemos começar a faculdade depois dos 30? Qual o problema depois dos 30? Parece até que há uma linha tênue entre o vinte nove e 11 meses e o trinta. Quer saber esse negócio de metas por idade é uma forma tosca de se programar para as conquistas da vida. Não se prenda a metas por idade, na hora certa ( isso não é clichê) o melhor chegará.



               Inspira ..... Relaxe ... Viva! Viva, meu bem. Afinal os vinte e poucos são deliciosos e estão aí para serem vividos. Com o filho ou não, casado ou solteiro, rico ou pobre, com crush ou sem crush ... vá .... Viva! “Keep Calm” e realize seus sonhos, pois devagar, a gente vai longe. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário