Menu Fixo

Menu-cat

14 abril, 2017

Meu bloco na rua!- 70 anos do Maldito do MPB.


Sérgio Sampaio, compositor e cantor que possui o furor modernista em suas composições, as irreverentes letras iam do Rock’n Roll ao Blues carregando muitas influências poéticas e ícones da paisagem urbana contemporânea. Sampaio foi um grande nome, marginalizado e do grupo dos malditos da MPB, aqueles que produziam suas músicas sem se importar com os modismos da época.
E na última quarta feira, dia 12 de abril, Cachoeiro de Itapemirim comemorou, em grande estilo, os 70 anos de Sérgio Sampaio. O cantor, compositor e poeta, foi representado em um espetáculo dirigido e idealizado por Luiz Carlos Cardoso. O Teatro Municipal Rubem Braga contou com a participação de vários atores, bailarinos, músicos e muita gente animada, talentosa e empenhada em passar a energia das canções do músico.
A apresentação ficou dividida entre bandas que cantaram as irreverentes composições de Sampaio e a dramatização de textos que revelaram um pouco sobre a vida e as facetas do cantor. As bandas se dedicaram em trazer o bom rock’n roll presente em Sampaio à sua moda.
Até a pequena Sophia Marins, que participou da segunda edição do programa The Voice Kids, interpretou algumas canções de Sampaio junto com sua irmã Clara Marins. As bandas que interpretaram as letras de Sampaio levaram muito rock e blues a plateia, eu achei sensacional, harmonizaram canção, som e interpretação também.
A cantora Amélia Baretto, que cantou e encantou o público, sentimos o seu prazer de cantar Sampaio, a alma! A declamação dos textos ficou por conta de Maria Elvira Tavares, que representou de forma admirável, junto com Luiz Carlos Cardoso e Amanda Malta, sem dúvidas, todos abrilhantaram o evento o tornado mágico e irreverente.
O diretor, ator e produtor cultural, Luiz Carlos Cardoso, disse em suas redes sociais: “Aproveite o melhor de cada coisa. O melhor de cada um. Músico canta, ator atua, contador de história fala, bailarino dança. Mas que tal fazer o que faz de um outro ponto de vista. Músico cantando livre, sem engessar. Ator falando do alto de uma escada, de costas para o público. Contador de histórias contando histórias só em música, bailarinos dançando uma cena muda, sem trilha, do lado do público. Não há nada de originalíssimo aqui, há, sim, um outro ponto de vista”. Com toda certeza, esse ponto de vista deixou o espetáculo primoroso.
Ao final do espetáculo, Hélio Sampaio, ou Helinho, irmão de Sérgio Sampaio, finalizou o evento com chave de ouro. O irmão também cantou algumas composições de Sérgio e tecia alguns comentários sobre o ‘maldito’, sobre como ele estava feliz em ver e participar de tal homenagem ao seu irmão, o que deixou a apresentação mais descontraída e ainda mais sublime. Para arrematar tudo, o público levantou ao som da composição clássica “Bloco na Rua” encerrou o evento de maneira extraordinária.


Nós do Entrelinhas e Afins temos o prazer de sempre trazer nossas impressões e divulgar o que é produzido culturalmente na nossa cidade. Como foi dito no evento, Cachoeiro de Itapemirim é berço de grandes nomes culturais, mas que dependem de nossa atenção, pois sempre acabamos perdendo nossos artistas para os vizinhos. Nossa grama é verde também, cabe a você valorizar! Por isso, é tão importante que existam iniciativas assim, que valorize a nossa produção cultural, nos temos sede disso, pois quase não há eventos desse porte em nossa cidade.
Ano passado, tivemos algumas amostras de que sabemos faze nosso trabalho, tivemos a VI Bienal Rubem Braga, saraus e espetáculos abertos ao público que chamaram a atenção de muita gente. Entretanto, temos apenas um pequeno grupo que fomenta e executa essas ações, para começar o ano, a comemoração dos 70 anos de Sérgio Sampaio foi essencial para atrair o público cultural e mostrar que a cultura literária ainda pulso em nossas veias.

No mesmo dia, na capital do ES, Vitória, também houve o lançamento do livro “Sem a Loucura não dá”, um livro que reúne de 25 contos inspirados nas músicas de Sérgio Sampaio, foram escritos por 24 autores e foi lançado no Sesc Glória.
Saiba mais detalhes da vida do músico no site 'Viva Sampaio' (clique aqui) lá você pode conhecer um pouco mais da biografia e da discografia de Sérgio Sampaio. Ah, e Cachoeiro, parabéns por promover o evento, estamos aguardando os próximos para podermos noticiarmos aqui! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário