Menu Fixo

Menu-cat

13 junho, 2017

Diário de uma paixão; Nicholas Sparks- O amor está nas paginas!



Título: Diário de uma Paixão
Título original: The Notebook
Tradução: Renato Marques de Oliveira
Autor(a): Nicholas Sparks
Editora: Novo Conceito
Edição: 2010
Páginas: 256
Avaliação: 5/5

Adquiri este livro na Bienal do Rio de Janeiro de 2011, foi o primeiro contato com o autor que tive. Enrolei um pouco para iniciar a leitura, deixei para as férias, como sempre faço (ou pelo menos tento). Assim que comecei a ler me perdi nas páginas que narram o romance entre Noah Calhoun e Allison Nelson. Acredito que quase todos já devem ter ouvido falar do livro, ou do filme que cativou muita gente a ler o romance.
        O casal vive uma história de amor intensa durante o verão de 1940, Noah, o narrador da trama, é um jovem simples que vive no estado da Carolina do Norte, o que já se torna um pouco maçante de dizer, já que, a maior parte das histórias de Nicholas Sparks se passa na Carolina do Norte, estado cujo autor reside.
Noah compra uma das casas mais antigas de Nova Berna, foi construída em 1772 e tinha sido a casa-grande de uma fazenda. Ele se dedica por algum tempo reformando a casa e adaptando-a para acomodá-lo, esta se torna, então, o cenário principal de muitas partes do enredo.
"Você é a resposta para todas as minha orações. Você é uma canção, um sonho, um murmúrio, e não sei como consegui viver sem você durante tanto tempo." p. 126.


   Allie e Noah se entregam em uma paixão avassaladora que, no entanto, tem um impasse inesperado, ela está comprometida a um jovem com futuro promissor, segundo seus pais, advogado e disposto a casar e dar a ela uma vida luxuosa. Então, eis que surge o a primeira ‘dor no coração’ dos leitores: os dois se separam. Noah tenta se comunicar por carta com Allie, mas ele nunca obteve resposta. Ele segue sua vida trabalhando na cidade, num deposito de sucata, trabalhando pesado a fim de esquecer seu amor por Allie, o que não funcionou.
        Depois de alguns anos Allie retorna a casa de Noah promovendo o tão esperado reencontro entre o casal. A partir deste encontro a paixão que havia entre o casal desde o verão retorna desencadeando os melhores e mais românticos momentos entre eles.
        Um dos meus capítulos favoritos são “Águas que se Movem” e “Cisnes e Tempestades”. Noah a leva para um passeio de canoa e uma tempestade se aproxima, durante o passeio, eles conversão sobre o relacionamento que tiveram e o ressentimento por tudo ter acabado tão de repente. O lugar que eles vão é um lago rodeado de cines-da-tundra e gansos-do-Canadá, o que torna uma visão inebriante para Allie, e em poucos minutos uma chuva desaba sobre ambos obrigando-os a retornarem. Estes dois capítulos são decisivos para que o amor, que sempre existiu entre eles renasça.


        A partir daí, a trama se desenvolve e o romance de Allie e Noah sofre algumas oscilações pela entrada da mãe de Allie e de seu noivo, mas no fim os dois continuam tendo suas histórias entrelaçadas e constroem sua felicidade juntos.
        Eis que no capítulo “Inverno Para Dois”, Noah surge fechando o diário onde se encontrava toda a história que foi contada nas páginas anteriores da nossa história. Ele e Allie se encontram na Casa de Repouso e Clinica de Cuidados Especiais de Creekside, Allie ao passar dos anos, adquiriu uma doença degenerativa, Alzheimer.
        Neste momento garanto que as lágrimas já estão na borda, querendo sair, é momento mais nostálgico, pois Noah relembra os momentos mais marcantes, seus 5 filhos, sendo que um faleceu, e os acontecimentos com deles a partir do momento que Allie descobre a doença e começa a esquecer fatos importantes de seu amor.
Entretanto, como Noah é perseverante e acredita que, mesmo depois de mais de 45 anos juntos, seu amor não vai morrer, e assim, ele escreve a história dos dois em um diário, que é lido diariamente para Allie para ela recordar os momentos juntos a ele, mesmo que seja momentaneamente, mas permanece ao lado dela até os últimos suspiros.


"A vida é simplesmente uma coleção de pequenas vidas, cada uma vivida um dia de cada vez. Aprendi que devemos viver cada dia encontrando beleza nas flores e na poesia e conversando com os bichos. Que não há nada melhor do que um dia com sonhos, pores do sol e brisas refrescantes. Mas, acima de tudo, aprendi que a vida é me sentar em bancos junto a riachos antigos com a minha mão sobre o joelho dela, e às vezes, nos dias bons, me apaixonar." p. 180.
É um romance, com uma boa dose de sentimentalismo, capaz de amolecer o coração de qualquer um. No momento que sua esposa é atingida por uma doença que a faz esquecer até mesmo de seu nome, Noah não desiste dela. O que nos faz refletir nos casais de hoje, que qualquer ventinho derruba a relação. 
Há também uma versão em filme dirigido por Nick Cassavetes, e estrelado por Ryan Gosling e Rachel McAdams. O filme obteve uma boa repercução diante das criticas e ganhou prêmios como oito Teen Choice Awards, um Golden Satellite Award e um MTV Movie Award.

Gostaram? Deixem nós comentários sua opinião e não esqueça que amanhã tem mais! Dica do livro a ser resenhado amanhã: Ele é um laço final que faltava para “Diário de uma paixão”... Acessem nosso instagram!

2 comentários:

  1. Esse foi primeiro romance que li do Nicholas Sparks e isso faz um bom tempo.Acredito que em 2010,2011...
    É surprendente como Nicholas Sparks consegue tocar os nossos corações .

    Beijos

    Amei a resenha

    Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir
  2. Aiii gente que premissa encantadora 💕💕 nunca li nada do Nicholas, mas a cada resenha dos livros dele fico cada vez mais curiosa 💕 adorei sua colocação, e essas quotes, meu Deus <3 apaixonante

    ResponderExcluir