Menu Fixo

Menu-cat

12 junho, 2017

Todo mundo tem um crush literário!

          Ah, confesso que eu estava muito ansioso para fazer esse post. Afinal, falar de amor é tão catártico, e não foi a toa que escolhemos essa data para postarmos sobre os crushs da galera. Quem nunca já se viu apaixonado por uma personagem de série, novela e até mesmo de livro? E quem nunca ficou tão fã do autor, que desenvolveu uma espécie de paixão platônica pelo seu autor predileto?





               Que atire o primeiro livro, quem nunca se apaixonou, rs. Ops, melhor não. Nada de atirar livro, vamos confessar: todo mundo já teve um crush literário. Por isso resolvi sondar nossos amigos leitores, e resolvemos perguntar: QUEM É SEU CRUSH LITERÁRIO?

               A escritora de “A Capitoa” (2014), Bernadette Lyra confessou “tenho uma paixão literária alucinada por Vladimir Nabokov: adoro o romance Fogo Pálido, dele”, e quando perguntada sobre o seu primeiro amor literário, a professora universitária soltou  “ Na Literatura, a ordem não importa, quando se trata de paixão, né?”.


               Já a poetisa Lud Clio, autora do “Febríssima” e do “Sem filtro na veia”, comenta que “Obviamente o Conde de Monte Cristo! O homem mais inteligente, estrategista, sedutor e paciente que conheço. Li o livro sempre imaginando que eu adoraria conviver com ele...”. Ela ainda brinca... “Quero casar com ele, me apresenta?”.



               Lud, fala que ele tem tudo o que ela admira num homem. Ele é forte mentalmente, estrategista, um tanto sarcástico, refinado nas respostas... Frio o bastante para esperar o momento certo de agir e de revidar os que lhe foram injustos. Ela ainda ressalta “inteligente, estudioso... humorado, firme... Justo”, pelo visto Ludmila é realmente apaixonada pelo Conde.

     

               O futuro professor de Língua Portuguesa e também vencedor do reality “O Roteirista”, realizado pelo nosso blog em 2014, Marcus Costa conta que o crush dele é a Elisa Lucinda. “Porque ela me conquistou com o poema "Reconstituição". Ao ler eu tive vontade daquela bebida que era o beijo. E a voz dessa mulher?! Que voz”, lembra Marcus.



               A leitora voraz Maria Alves, Gleici pros íntimos, confessa que Léo Leike, um personagem do livro “@mor”, de Daniel Glattauer, é o seu verdadeiro crush literário. Ela conta que ele é um professor universitário, consultor de comunicação e que seria alguém interessante de se conhecer, porque apesar de todo o currículo acadêmico, tem seu charme, sabe seduzir e é isso.




               Ela ainda conta que foi por acaso (sempre é ne?!) que o conheceu, “ eu estava a toa na Saraiva, e lá tem opção de pegar livros e ler o dia todo se quiser, sem ninguém pra perturbar. Então gostei da descrição do livro, comecei a ler, e lá estava eu, encantada com um desconhecido. Gostei tanto que acabei comprando o livro, mesmo tendo lido ele todo dentro da loja”.




               Ainda, o autor de “Agridoce” e também professor de Português, Ailson Lovato é confessa que é encantado por Clarice Lispector. “Me apaixonei pela forma como ela escreve, por ser introspectiva, trazendo ao leitor o máximo possível de sentimentos e também por nos aproximar da realidade, com temas cotidianos abordados nas suas obras”, conta Ailson. O castelense ainda conta que passou a conhecer mais Clarice durante as aulas da faculdade. E posteriormente começou a procurar mais textos e livros da autora.



               Viu só, todo mundo tem um crush literário, às vezes, temos até mais de um, deixando passar os dedos das mãos, rs. Mas, não tem problema. Se encantar por personagens ou pela carpintaria textual de um autor é o sentimento mais normal do mundo, pelo menos para um viciado em leitura. Feliz dia dos namorados para os compromissados de plantão sejam os crushs reais ou ficcionais! 

3 comentários:

  1. Quem não ama Clarice nénon?? Kkkkkkk tenho muitos crushs literários, o bom de ler é isso, se apaixonar 💕

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. COMO NÃO AMAR CLARICE ? Penso a mesma coisa, rs.

      Excluir